MARIANA, 24 DE MARÇO DE 2017

SINE Mariana

+ notícias


    ACOMPANHAMENTO DE VAGAS  

ATUALIZADO 24/03/2017 HORA 13H54MIN

OBS.: AS VAGAS SÃO LIMITADAS OU SEJA, POSSUEM UM LIMITE DE ENCAMINHAMENTO GERALMENTE DE 3 A 5 CANDIDATOS POR VAGA. PARA MAIOR COMODIDADE ACESSE O NOSSO PORTAL "maisemprego.mte.gov.br"  OU O  LINK "CADASTRO DO TRABALHADOR" E CONSULTE SE A VAGA DESEJADA AINDA CONSTA EM ABERTO.

     

Açougueiro  (1Vaga) –  4012130

Escolaridade: Fundamental Incompleto
Experiência: 6 meses comprovada
Sexo: Indiferente
Vagas disponíveis apenas para moradores de Mariana, Ouro Preto e Antonio Pereira.

 

Vendedor porta a porta (1 Vaga) – 4023726

Escolaridade: Ensino Médio Completo
Experiência: 6 meses comprovada em carteira
Sexo: Masculino
CNH B
Trazer currículo para efetuar a inscrição
Vagas disponíveis apenas para moradores de Mariana.

 

Piloto fluvial (16 Vagas) – 4029051

Escolaridade: Ensino Fundamental Incompleto
Experiência: 6 meses comprovada em carteira
Sexo: Masculino
Navegar, atracar e desatracar embarcações; Gerenciar tripulação; Operar equipamentos de embarcação; Monitorar carga e descarga da embarcação e controlar embarque e desembarque de passageiros. Registrar dados da embarcação; Supervisionar manutenção de embarcações e administrar recursos materiais.
Habilitação da Marinha:  CIR
Trazer currículo para efetuar a inscrição
Vagas disponíveis apenas para moradores de Mariana.

 

Cozinheiro de restaurante (1 Vaga) – 4033119

Escolaridade: Ensino Fundamental Incompleto
Experiência: 6 meses comprovada em carteira
Sexo: Feminino
Vagas disponíveis apenas para moradores de Mariana.

 

Consultor de Vendas   (1 Vaga) – 4033781

Escolaridade: Superior  em Andamento – Administração, Logística  e Engenharia de Produção
Experiência: 6 meses comprovada em carteira
Sexo: Indiferente
Trazer currículo para efetuar a inscrição
Vagas disponíveis apenas para moradores de Mariana e Ouro Preto.

 

Coordenador de Vendas  (1 Vaga) – 4033750

Escolaridade: Superior Completo – Administração, Logística  e Engenharia de Produção
Experiência: 6 meses comprovada em carteira
Sexo: Indiferente
CNH B Desejável
Trazer currículo para efetuar a inscrição
Vagas disponíveis apenas para moradores de Mariana e Ouro Preto.

Vendedor (1 Vaga) – 4035447

Escolaridade: Ensino Médio Completo
Experiência: 6 meses comprovada em carteira
Sexo: Indiferente
Possuir experiência com vendas de Moveis e Eletrodomésticos.
Trazer currículo para efetuar a inscrição
Vagas disponíveis apenas para moradores de Mariana.

 

 OBS: CBO - CADASTRO BRASILEIRO DE OCUPAÇÃO

 As oportunidades podem não estar disponíveis no ato do atendimento. Os interessados devem comparecer ao SINE de Mariana, portando CARTEIRA DE TRABALHO, IDENTIDADE, CPF E PIS (se possuir). As vagas também estão disponíveis para candidatura no portal do MTE: maisemprego.mte.gov.br

 

 


CADASTRO DO EMPREGADOR

Para realização do cadastro empresarial siga as orientações abaixo:

1) Imprima o formulário

2) Entregue o documento pessoalmente no Sine Mariana ou envie para o e-mail: sine.mariana@social.mg.gov.br

Mais informações pelo telefone: (31) 3558-2001 ou 86519682

 


CADASTRO DO TRABALHADOR

Aqui você pode efetuar o seu cadastro e candidatar a vaga de seu interesse:

Clique no link e faça seu cadastro


PRONATEC

O SINE Mariana Juntamente com a Prefeitura de Mariana e as empresas locais farão um levantamento por demanda de novos cursos gratuitos para a nossa cidade. Em breve mais inscrições abertas....

O que é o Pronatec?

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) foi criado pelo Governo Federal, em 2011, por meio da Lei 11.513/2011, com o objetivo de expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica no país, além de contribuir para a melhoria da qualidade do ensino médio público.

O Pronatec busca ampliar as oportunidades educacionais e de formação profissional qualificada aos jovens, trabalhadores e beneficiários de programas de transferência de renda.

Os cursos, financiados pelo Governo Federal, são ofertados de forma gratuita por instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica e das redes estaduais, distritais e municipais de educação profissional e tecnológica. Também são ofertantes as instituições do Sistema S, como o SENAI, SENAT, SENAC e SENAR. A Partir de 2013, as instituições privadas, devidamente habilitadas pelo Ministério da Educação, também passaram a ser ofertantes dos cursos do Programa.

De 2011 a 2014, por meio do Pronatec, foram realizadas mais de 8 milhões de matrículas, entre cursos técnicos e de formação inicial e continuada.

Objetivos:

  • expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de educação profissional técnica de nível médio e de cursos de formação inicial e continuada ou qualificação profissional presencial e a distância;
  • construir, reformar e ampliar as escolas que ofertam educação profissional e tecnológica nas redes estaduais;
  • aumentar as oportunidades educacionais aos trabalhadores por meio de cursos de formação inicial e continuada ou qualificação profissional;
  • aumentar a quantidade de recursos pedagógicos para apoiar a oferta de educação profissional e tecnológica;
  • melhorar a qualidade do ensino médio.

Iniciativas do Pronatec:

  • Expansão da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica
  • Programa Brasil Profissionalizado  

O Programa Brasil Profissionalizado destina-se à ampliação da oferta e ao fortalecimento da educação profissional e tecnológica integrada ao ensino médio nas redes estaduais, em parceria com o Governo Federal.

  • Rede e-Tec Brasil

Na Rede e-Tec Brasil são oferecidos gratuitamente cursos técnicos e de formação inicial e continuada ou de qualificação profissional, na modalidade a distância. Poderão oferecer cursos a distância as instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica; as unidades de ensino dos serviços nacionais de aprendizagem (SENAI, SENAC, SENAR e SENAT); e instituições de educação profissional vinculadas aos sistemas estaduais de ensino. Acesse a página da Rede e-Tec Brasil

  • Acordo de Gratuidade com os Serviços Nacionais de Aprendizagem

O Acordo de Gratuidade tem por objetivo ampliar, progressivamente, a aplicação dos recursos do SENAI, do SENAC, do SESC e do SESI, recebidos da contribuição compulsória, em cursos técnicos e de formação inicial e continuada ou de qualificação profissional, em vagas gratuitas destinadas a pessoas de baixa renda, com prioridade para estudantes e trabalhadores.

  • Bolsa-Formação

Além das iniciativas voltadas ao fortalecimento do trabalho das redes de educação profissional e tecnológica existentes no país, o Pronatec criou a Bolsa-Formação, por meio da qual serão oferecidos, gratuitamente, cursos técnicos para quem concluiu o Ensino Médio e para estudantes matriculados no Ensino Médio e cursos de formação inicial e continuada ou qualificação profissional.

Cursos gratuitos – Pronatec

No Pronatec são oferecidos cursos gratuitos nas escolas públicas federais, estaduais e municipais, nas unidades de ensino do SENAI, do SENAC, do SENAR e do SENAT, em instituições privadas de ensino superior e de educação profissional técnica de nível  médio.

    São três tipos de cursos:

  • Técnico para quem concluiu o ensino médio, com duração mínima de um ano;
  • Técnico para quem está matriculado no ensino médio, com duração mínima de um ano;
  • Formação Inicial e Continuada ou qualificação profissional, para trabalhadores, estudantes de ensino médio e beneficiários de programas federais de transferência de renda, com duração mínima de dois meses.

 


CARTEIRA DE TRABALHO

Implantada em 20 de janeiro de 1997, em Curitiba - PR, regulamentada pela Portaria Nº 1, de 1997. O novo documento incorpora vários itens de segurança que dificultam sobremaneira as fraudes contra seguro desemprego, FGTS e benefícios previdenciários, além de dotar o país de um eficiente sistema de atendimento ao trabalhador, proporcionando a integração de ações da área de trabalho que facilitem a identificação por intermédio de uma base de dados única. Sendo confeccionada em material bem mais durável que garante que as informações não se percam como tempo e o uso.

A nova CTPS possui diferenciação para os trabalhadores Brasileiros e Estrangeiros tanto nas cores das capas e no conteúdo, o que, aliado a outros itens de segurança possibilita o efetivo controle da mão-de-obra estrangeira, impedindo a utilização de CTPS falsas no desempenho de atividades remunerada por estrangeiros ilegais no país.

A nova CTPS é emitida por meio de um Sistema Informatizado que permite a integração nacional dos dados impedindo as emissões em duplicidade e forma um banco de dados do trabalhador que contém informações dos dados da qualificação civil do trabalhador e outros complementares como: endereço, número do CPF, do Título de Eleitor, da CNH, fotografia, impressão digital e assinatura digitalizadas e nº do NIS/PIS.

No ato da emissão da nova CTPS o cadastramento do trabalhador no NIS/PIS, é efetuado, não necessitando mais que este número seja fornecido pelo empregador.

DOCUMENTOS OBRIGATÓRIOS PARA SOLICITAÇÃO DE CARTEIRA DE TRABALHO E PREVIDÊNCIA SOCIAL DE ACORDO COM A LEI – 7855/89

1ª VIA

CERTIDÃO DE NASCIMENTO (SOLTEIRO)
CPF
CERTIDÃO DE CASAMENTO (CASADO, DIVORCIADO E SEPARADO).
CARTEIRA DE IDENTIDADE (COM ESTADO CIVIL)
COMPROVANTE DE RESIDÊNCIA/ENDEREÇO

2ª VIA

CERTIDÃO DE NASCIMENTO (SOLTEIRO)
CPF
CERTIDÃO DE CASAMENTO (CASADOS, DIVORCIADOS E SEPARADOS).
CARTEIRA DE IDENTIDADE (COM ESTADO CIVIL)
COMPROVANTE DE RESIDÊNCIA/ENDEREÇO
CARTEIRA DE TRABALHO (EM CASO DE CONTINUAÇÃO OU INUTILIZAÇÃO)
BOLETIM DE OCORRÊNCIA (EM CASO DE PERDA, ROUBO OU EXTRAVIO E CONSTADO O NUMERO E A SERIE DO DOCUMENTO ANTERIOR).

OPCIONAIS: TÍTULO DE ELEITOR E CARTEIRA NACIONAL DE HABILITAÇÃO

OBS: É OBRIGATÓRIA A APRESENTAÇÃO DE TODA DOCUMENTAÇÃO ORIGINAL, CASO O SOLICITANTE NÃO POSSUA TODOS OS DOCUMENTOS EXIGIDOS NÃO SERÁ POSSIVEL PROSSEGUIR COM A SOLICITAÇÃO.

 

Idade:
A CTPS será emitida para todos os solicitantes com idade igual ou superior a 14 anos.
A contratação dos menores que se enquadrarem na faixa etária entre os 14 e 16 anos é da responsabilidade do empregador que, quando necessário, deverá comprovar a sua condição de menor aprendiz.


CANDIDATURA DE VAGAS PELA INTERNET (NOVO)

 

PASSO A PASSO COMO EFETIVAR UMA CANDIDATURA A VAGA DE EMPREGO PELA INTERNET:

1° É NECESSÁRIO POSSUIR UM E-MAIL

2° ACESSE O PORTAL "maisemprego.mte.gov.br"

3° SELECIONE NA ABA MENU A OPÇÃO "TRABALHADOR"

4° SELECIONE A OPÇÃO "DESEJA CADASTRAR TRABALHADOR?"

5° EM SEGUIDA PREENCHA TODOS OS DADOS SOLICITADOS

OBS: APÓS REALIZAR O CADASTRO, SEMPRE O SEU LOGIN SERÁ O NÚMERO DO PIS E A SENHA SERÁ CRIADA PELO TRABALHADOR.

LEMBRANDO QUE AS VAGAS SÃO LIMITADAS OU SEJA, NORMALMENTE SERÃO ENCAMINHADOS DE 3 A 5 CANDIDATOS POR VAGA.

 

COMO CONSULTAR VAGA EM ABERTO:

1° NO CAMPO "VAGA DE EMPREGO" NA PÁGINA INICIAL COLOQUE O NOME DA VAGA QUE CONSTA NA DIVULGAÇÃO

2° DEIXE A OPÇÃO "EM TODO BRASIL" DESMARCADA

3° NO CAMPO "UF" E "CIDADE", MARQUE MG E MARIANA RESPECTIVAMENTE

4° DIGITE O TEXTO QUE APARECE NA CAIXA

5° PESQUISAR


SEGURO DESEMPREGO

O que é Seguro Desemprego?

O Seguro-Desemprego é um benefício integrante da seguridade social que tem por objetivo, além de prover assistência financeira temporária ao trabalhador desempregado sem justa causa, auxiliá-lo na manutenção e na busca de emprego, promovendo para tanto, ações integradas de orientação, recolocação e qualificação profissional. 

Como surgiu:

Seguro- Desemprego Formal (iniciada em 1986):

Foi instituído pela Lei n.º.998, de 11 de janeiro de 1990, alterado pela Lei n.º 8.900, de 30 de junho de 1994, com a finalidade de prover assistência financeira temporária a trabalhadores desempregados sem justa causa, e auxiliá-lo na manutenção e na busca de emprego, provendo para tanto, ações integradas de orientação, recolocação e qualificação profissional.

Como Requerer?

Ao ser dispensado sem justa causa, o trabalhador receberá do empregador o formulário próprio "Requerimento do Seguro-Desemprego", em duas vias, devidamente preenchido.

Quantidade de Parcelas

A assistência financeira é concedida em no máximo cinco parcelas, de forma contínua ou alternada, a cada período aquisitivo de dezesseis meses, conforme a seguinte relação:

1ª Habilitação: Quatro parcelas, se o trabalhador comprovar vínculo empregatício de no mínimo doze meses e no máximo vinte e três meses, nos últimos trinta e seis meses;

Cinco parcelas, se o trabalhador comprovar vínculo empregatício de no mínimo vinte e quatro meses, nos últimos trinta e seis meses.

2ª Habilitação: Três parcelas, se o trabalhador comprovar vínculo empregatício de no mínimo nove meses e no máximo onze meses, nos últimos trinta e seis meses;

Quatro parcelas, se o trabalhador comprovar vínculo empregatício de no mínimo doze meses e no máximo vinte e três meses, nos últimos trinta e seis meses;

Cinco parcelas, se o trabalhador comprovar vínculo empregatício de no mínimo vinte e quatro meses, nos últimos 36 meses.

3ª Habilitação: Tres parcelas, se o trabalhador comprovar vínculo empregatício de no mínimo seis meses e no máximo onze meses, nos últimos trinta e seis meses;

Quatro parcelas, se o trabalhador comprovar vínculo empregatício de no mínimo doze meses e no máximo vinte e três meses, nos últimos trinta e seis meses;

Cinco parcelas, se o trabalhador comprovar vínculo empregatício de no mínimo vinte e quatro meses, nos últimos 36 meses.

Período aquisitivo é o limite de tempo que estabelece a carência para recebimento do benefício. Assim, a partir da data da última dispensa que habilitar o trabalhador a receber o Seguro-Desemprego, deve-se contar os dezesseis meses que compõem o período aquisitivo


CONHEÇA ALGUNS DE NOSSOS PARCEIROS

geraes
grsa
agroflor
samarco
cegen
Constutora
synergia
integral
uaitec
Inovare
sodexo
mip
vetor
Evoluir
grupo-semep
hvh
social-mg
grupo-3t
mediar
vale
destaque-se
anglo
VIX
hexagono
sepss
cimcop
manserv

Prefeitura Municipal de Mariana
Pc Juscelino Kubitschek, s/n - Mariana - MG
(31) 3557-9000

Telefones Úteis
Conselho Tutelar: 3558-2216 / 8312-9582
Defensoria Pública: 3558-3186
Defesa Civil: 3558-4412 / 199
DETRAN: 3558-2361
Epidemiologia: 3558-2653
Guarda Municipal: 3558-5468 / 3558-5356
Junta Militar: 3558-1503
Limpeza Urbana: 3557-9036 / 3557-9072
Polícia Militar: 3558-2488 / 3557-1122 / 190
Pronto Atendimento- Policlínica Nova: 3558-1894